Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

Contigo - parte 4 de L e J

4ª parte.jpg

 

11 de Novembro de 2016

 

- Anjinho, vamos? – pergunta Alice quando chega à escola.

Clara, que se encontra sentada nas escadas à porta da escola, desvia o olhar do seu telemóvel e pergunta – Hoje não podemos ir para casa?

- Amor, tu prometeste. Ontem não te divertiste?

- Sim diverti. Mas eu hoje queria ir ver um filme e jogar um bocado no tablet.

- Pronto… se queres antes ir para casa, eu levo-te para casa.

Clara repara em como a avó ficou triste com a sua decisão e pensa, a minha avó ficou tão triste agora... também não a quero ver assim… se calhar consigo ver o filme logo à noite se pedir à mamã, amanhã também é sábado posso deitar-me um pouco mais tarde.

- Afinal… quero ir passear contigo. Tenho a certeza que a mamã não se importa que eu veja o filme logo à noite, já que amanhã não tenho escola. Se não deixar, posso sempre ver amanhã!

Ao ouvir a mudança de opinião da menina, Alice fica radiante e orgulhosa pela decisão que Clara tomou, a minha neta tem um bom coração, tenho a certeza que vai crescer e ser uma menina ajuizada e justa, pensa. Ambas caminham para o jardim onde Clara aprendeu a andar de bicicleta. Quando chegam ao local, Clara tem um sorriso rasgado na face.

- Vó! Foi aqui que o avô me ensinou a andar de bicicleta.

- Sim, pois foi. Eu lembro-me desse dia, não caíste nenhuma vez. E o teu avô… o teu avô sorria orgulhosamente! – diz a avó comovida.

- Tenho saudades dele.

- Também eu… também eu.

As duas abraçam-se durante uns segundos até que Alice dá um saco a Clara. Esta, curiosa, abre o saco e arregala os olhos de entusiasmo.

- Arroz! Arroz para as pombas! Eu adoro alimentá-las avó!

Clara desata a atirar arroz para as pombas, enquanto Alice se senta no banco mais próximo. Ao ver a felicidade da menina, comove-se e deixa escorrer uma lágrima pela cara, lágrima marota, não me traias agora. Clara desata às gargalhadas enquanto fica rodeada de cada vez mais pombas.

 -L&J-

 

1 comentário

Comentar post