Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

Top 5 de 2017

ano novo.png

 

Seguidores vamos apresentar-vos o nosso top 5 de 2017.

A equipa do Debaixo da Língua deseja a todos os leitores um feliz Ano Novo cheio de novas surpresas, alegrias, amor, amizades, saúde, felicidade, sorte e.... como não podia deixar de ser, muitas leituras! 
Façam do ano de 2018 a estória que gostariam de viver!

 

Top 5 Dele

 

5º Classificado – O jardim de Borboletas de Dot Hutchison

Adorei o livro, tem um enredo surpreendente. No entanto, o final deixou bastante a desejar, precisava de um final estrondoso para ser o livro do ano.

 

4º Classificado – Estou a Ver-te de Clare Mackintosh

O enredo inicial do livro é lento e muito pacífico, mas, aquele final é soberbo. Prima pelo “não” óbvio nas suas páginas finais.

 

3º Classificado – Escrito na Água de Paula Hawkins

Paula Hawkins surpreendeu-me com este livro, a escrita é deliciosa e todo o enredo é bem pensado. Sem sombra de dúvidas melhor que o antecessor “A Rapariga no Comboio”.

 

2º Classificado – Só Nós Dois de Nicholas Sparks

Nicholas após estes anos de escrita conseguiu-me surpreender com o enredo e o desfecho deste livro. É um autor que inova, procura trazer coisas diferentes. Surpreendeu-me bastante pela positiva. Um livro que nunca esquecerei.

 

1º Classificado – Ao Fechar a Porta de B.A.Paris

Este livro é o LIVRO DO ANO (e com maiúsculas). O livro está brilhante, todos os adjetivos que me vêm à cabeça são positivos. Não consigo esquecer este livro. Apaixonado com a escrita, o enredo e o desfecho deste livro. Mais uma vez, PARABÉNS B.A.Paris.

-L-

 

Top 5 dela

 

5º Classificado - Alfie de Rachel Wells

Definitivamente uma estória interessante, diferente do meu habitual e penso que um pouco diferente dos habituais livros deste género. Retrata uma estória muito amorosa, que só me levou a querer um Alfie para mim!

 

4º Classificado - Origem de Dan Brown

Os livros do Dan Brown são sempre ótimos, por isso não podia estar fora deste top. Porém não fica numa posição tão boa como devia, uma vez que mesmo sendo um bom livro, não é tão excitante como os anteriores do autor.

 

3º Classificado - Espada de Vidro de Victoria Aveyard

Dentro do género fantástico, foi mesmo o livro que me agradou mais, com personagens fortes, independentes e muita acção! A escritora faz com que a guerra travada por Mare Barrow se torne também a nossa própria guerra!

 

2º Classificado - A Rainha Vermelha de Victoria Aveyard

Pelas mesmas razões que "Espada de Vidro" fica na 3ª classificação, este não podia ficar de fora do top! Ao fim e ao cabo é o livro inicial, fornece todas as informações para ficarmos a conhecer as personagens e suas histórias e dá-nos o motivo para adorarmos e seguirmos para os restantes!

 

1º Classificado - Ao Fechar a Porta de B. A. Paris

Sem sombra de dúvida que este livro é O LIVRO de 2017! De levar os nervos à franja não há como não apreciar a leitura. A autora acertou completamente em tudo, desde a simples estória, ao fator surpresa e ao final. Arrebatador!

-J-

Espada de vidro de Victoria Aveyard

250x.jpg

 

Sinopse

O sangue de Mare Barrow é vermelho mas a sua capacidade Prateada, o poder de controlar os relâmpagos, transformou-a numa arma que a corte real tenta controlar. A coroa acusa-a de ser uma farsa, mas quando ela foge do príncipe Maven – o amigo que a traiu –, Mare faz uma descoberta surpreendente: ela não é a única da sua espécie. Perseguida por Maven, Mare parte para descobrir e recrutar outros combatentes Vermelhos e Prateados que se juntem à batalha contra os seus opressores. Mas Mare encontra-se num caminho mortífero, em risco de se tornar exatamente no tipo de monstro que está a tentar derrotar. Será que ela vai ceder sob o peso das vidas exigidas pela rebelião? Ou a traição e a deslealdade tê-la-ão endurecido para sempre?

 

Opinião dela:

"Espada de vidro" é o segundo volume da saga "Rainha vermelha" e continua a contar a história de Mare Barrow cuja vida deu uma volta de 180º. Este volume inicia exatamente no ponto onde termina o primeiro volume "Rainha vermelha", o que pode tornar necessário relembrar o final do primeiro livro, para quem já o leu à algum tempo.

Como sempre, o livro não desilude, oferecendo sempre muita ação, decisões difíceis e traições... o meu coração não estava preparado para mais uma traição mas acabou por acontecer.. o que vale é que é pelo melhor!

Desta vez, Mare terá de escolher quem quer salvar pois, por muito complicada que seja a decisão, já não é a única que corre perigo devido às aptidões adquiridas e terá de fazer de tudo para chegar primeiro aos sanguenovos. Maven por sua vez, não deixa de estar sempre presente na memória de Mare e também no seu coração que está cada vez mais dividido... Maven, Cal ou Kilorn?

O livro realmente leva-nos por uma montanha russa de emoções, ora com fúria, ora com nervosismo, ora com vontade de ler tudo de uma vez para ficar a saber tudo e podermos finalmente relaxar, situação que não chega a acontecer, pois apesar de toda a ação que acontece neste capítulo da estória, o livro termina com o inicio de uma nova guerra... e acreditem, vão querer chegar ao fim deste livro depressa e vão ficar entusiasmados com o que descobrem, mas lembrem-se... ainda não se sabe quando vai sair o terceiro volume, e isso é algo difícil de assimilar!

Para quem leu o primeiro livro, de certeza que querem ler este; para quem ainda não leu o primeiro, vale bem a pena pois é um fantástico diferente dos habituais!

-J-

Contigo - final de L e J

16232594.jpg

 

24 de Dezembro de 2016

 

Clara encontra-se a janela a ver a noite chuvosa e ventosa que se encontra, nesse mesmo instante está a pensar em todos os bons momentos passados com a sua avó ao longo deste mágico mês. Sente profundas saudades da avó, mas lembra-se das palavras doces que esta lhe disse no último passeio delas “Acompanhar-te-ei o resto da tua vida”. E eu amar-te-ei para sempre avozinha!, pois a avó será para sempre o seu porto de abrigo.

 

- Amor – chama a mãe colocando a mão no ombro da menina – A avó queria que abrisses hoje uma prenda.

- Não quero prendas – diz a menina quando se vira para a mãe.

- Abre esta, a avó queria muito meu amor – insiste a mãe.

- Ok – diz a menina.

 

A mãe entrega à menina uma caixa vermelha com um deslumbrante laço dourado. A menina desembrulha o presente e depara-se com um álbum. Ao abrir o álbum, vê fotos de diversos os momentos da sua vida, desde o dia do seu nascimento até ao dia que foi visitar a avó ao hospital. A menina, já muito emocionada, encontra ainda na última página do álbum uma carta da avó para ela.

 

Querida Clara

Se estás a ler esta carta significa que a avó já não se encontra fisicamente contigo, no entanto garanto-te que estarei a ver-te a ler a carta.

Meu anjo não chores, a avó já estava doente à algum tempo e quis aproveitar este último mês ao teu lado. A avó foi muito feliz, lembro-me de seres bebé e olhares para mim com esses olhos gigantes e eu achar-te a menina mais linda de todo o mundo! Acompanhei-te desde o teu primeiro dia, vi-te a dar os primeiros passos, assisti à queda do teu primeiro dente, aconcheguei-te quando estavas doente! As memórias que avó tem de ti é de uma menina feliz, sempre com um sorriso nessa linda cara.

Ao longo deste mês a avó foi muito feliz e adorou fazer-te feliz, quis dar-te o melhor desta vida, que são as pessoas. A avó apenas quer que nunca te esqueças que as pessoas são o melhor do mundo, a tecnologia avaria, fica ultrapassada, enquanto que o amor, o carinho, a ternura e a cumplicidade acompanhar-te-ão ao longo de toda a tua vida.

Nunca te esqueças que deves trocar o mundo digital pelo mundo real, trocar os telemóveis pelas pessoas, oferecer livros e ficar mais perto de quem lhes toca. Obrigado por seres a menina mais especial deste mundo. Ama pessoas meu anjo.

A avó ama-te e amar-te-á para o resto da tua vida.

Com muito carinho,

Avó Alice

 

A menina ao ler a carta abraça a mãe que se encontra ao seu lado e ambas choram pela noite dentro.

 

Neste natal dá valor a quem te ama, dá valor a quem te acompanha todos os dias, dá valor às pessoas. Diverte-te no mundo real e não no mundo digital. Dá amor, dá carinho, dá ternura, tecnologia muita gente tem, amor verdadeiro apenas alguns conseguem ter.

Feliz Natal!

Fim

-L&J-

Contigo - parte 20 de L e J

woman-comforting-her-upset-or-sick-child-carefully

 

17 de Dezembro de 2016

 

Nessa manhã a mãe vai acordar Clara e esta nota a tristeza que acompanha a mãe.

- Mãe que se passa? – pergunta a menina preocupada à mãe.

A mãe abraça a menina e começa a chorar intensamente abraçada a esta. Clara, ao início não compreende o que se passa, mas acaba por chegar à conclusão de que algo aconteceu à sua avó. Por esse motivo não profere uma única palavra nesse momento, apenas abraça intensamente a mãe e acompanha-a no choro.

 -L&J-

Contigo - parte 19 de L e J

4354752_stock-photo-granddaughter-visiting-grandmo 

 

16 de Dezembro de 2016

 

Nesse dia Clara pediu à mãe um ramo de túlipas para oferecer à avó, pois são as flores que Alice mais gosta. Ao entrar no quarto da avó é visível o olhar mágico que a avó oferece à menina.

- Avó olha o que trouxe – diz a menina mostrando as flores à avó.

- Obrigado meu amor – diz a avó com uma voz esgotante.

- Mãe, a Clara veio fazer-te companhia, mas não te esforces. Sabes que tens de repousar – alerta Joana emocionada com toda a situação.

Clara fica de mão dada a avó e conta-lhe histórias encantadas de princesas e castelos longínquos, a avó fica agarrada à neta durante a tarde a ouvir atentamente as suas palavras.

-L&J-

Contigo - parte 18 de L e J

Mother-comforts-child-in-blanket.jpg 

 

15 de Dezembro de 2016

 

- Onde está a avó? – pergunta Clara ao chegar ao pé da mãe, que se encontra no portão da escola à espera da menina.

- Falamos em casa meu amor – diz a mãe ajoelhando-se em frente à criança.

- Por favor mãe diz-me agora – pede a menina com as lagrimas nos olhos.

- Amor está tudo bem, a avó está apenas a descansar – diz Joana à menina para a descansar.

 

Quando chegam a casa, Clara vai logo procurar a avó, mas não a encontra. Joana chama a filha para se sentar com ela no sofá e explica-lhe a situação. Alice encontra-se doente e durante a manhã teve de ir para o hospital. A menina começa a chorar e a pedir para ir ver a avó, porém terá de esperar, pois só a poderá visitar no dia seguinte. Joana abraça a sua filha e tenta acalma-la, até que Clara acaba por adormecer entre as suas lágrimas.

-L&J-

Contigo - parte 17 de L e J

Asheville-Hot-Air-Balloons.jpg

 

11 de Dezembro de 2016

 

Hoje a avó Alice encontra-se adoentada e Clara está muito preocupada com o estado da avó, já que esta não para de tossir. Apesar de tudo, a avó insiste com Clara que o dia vai continuar como estava delineado, prometendo que o passeio lhe vai fazer bem e que vai desanuviar.

Ao chegarem ao local Clara depara-se com um balão gigante de todas as cores, surpreendida pergunta.

 

- Avó, que vamos fazer?

- Hoje vamos voar meu amor.

- Voar?

- Sim, não tenhas medo. A avó vai estar contigo, vamos ver a cidade do céu.

- Tens a certeza que te sentes bem para ir?

- Sinto-me lindamente meu anjo.

 

As duas sobem para a cesta quadrada do balão, no momento em que sobrevoam a cidade a avó chama a menina e manda-a olhar para toda a cidade.

 

- Um dia quando a avó morrer é está vista que vai ter, vou estar presente em todos os momentos da tua vida. Nunca te esqueças que a avó ama-te e amar-te-á para todo sempre – afirma a avó emocionada à menina.

- Não digas isso, vais viver muitos e muitos anos.

 

A avó não responde à menina, mas sabe que o tempo não para e que o seu dia está a chegar.

Nessa noite, no fim da leitura da história de boa noite, a avó diz à Clara que já cumpriu a promessa e que hoje foi o último passeio.

 

- Avó eu não quero que termine nunca, eu não quero saber da promessa apenas quero ter-te ao meu lado para todo o sempre – diz Clara pegando na mão da avó.

- E terás minha querida, acompanhar-te-ei o resto da tua vida – afirma a avó, abraçando docemente a neta.

-L&J-

Contigo - parte 16 de L e J

DSC_49371.jpg

 

10 de Dezembro de 2016

 

A avó como habitualmente ao ir acordar Clara, dá-lhe carinhosamente um beijo na nuca e diz que tem mais uma surpresa para ela. A menina veste-se e entusiasmada beija carinhosamente a sua avó durante o pequeno-almoço.

Ao chegarem ao local, o olhar de Clara é bastante confuso, pois, chegaram a uma quinta.

 

- Avó que viemos aqui fazer? – pergunta a menina muito confusa.

- Vais praticar equitação – diz-lhe a avó sorrindo.

- Não acredito, não acredito – diz a menina enquanto abraça amorosamente a avó.

 

A avó fica sentada num banco enquanto Clara monta um lindo cavalo branco. Clara está deslumbrante em cima do cavalo e acena orgulhosamente à avó sempre que a visualiza ao longe.

 

No final da aula, Clara vem ao encontro da avó.

- Gostaste? – pergunta a avó enquanto ajuda Clara a vestir o casaco.

- Adorei, adorei. Ao início tive bastante medo, mas com o tempo fiquei tranquila – afirma a menina.

- Comportaste-te como uma verdadeira princesa, estavas linda – diz a avó sorrindo para a neta.

- Obrigado – agradece Clara corada.

 

As duas vão a caminhar para casa e ao longo do caminho nenhuma fala, apenas sentem o calor das mãos uma da outra. Ao longo de um mês aconteceu tanta coisa, é inexplicável a felicidade de avó e neta.

 -L&J-

Contigo - parte 15 de L e J

light-grandma-read-high-school-letter.jpg

 

8 de Dezembro de 2016

 

Querido pai natal.

Desta vez não quero pedir nada, apenas quero agradecer a proposta que me fez.

Ao longo deste mês fui verdadeiramente feliz, não foram preciso novas tecnologias para me deixar feliz, o amor, o carinho e a cumplicidade que ganhei com a minha avó encheram-me o coração.

Obrigado por me ter apresentado todos os meninos do lar, obrigado por me ter apresentado todos os meninos do hospital, obrigado por me ter dado todos estes momentos inesquecíveis ao longo deste mês.

Só lhe tenho a agradecer.

Beijinhos

Clara Almeida

P.S: Já não quero o novo Iphone, apenas quero mais momentos como os que passei.

 

Quando a avó chega a casa Clara dá-lhe a carta e pede para colocar no correio, a avó fica surpreendida com a atitude da menina e pergunta.

- Para quem é a carta meu amor?

- Para o Pai Natal, eu quero-lhe agradecer.

- E posso saber o que é?

- Avó! É um assunto meu e do pai natal – diz a menina muito indignada.

- Pronto, não te zangues. A avó vai colocar a carta no correio.

 

Nessa noite, a avó sentada na cama lê a carta que Clara escreveu para o Pai Natal, emocionada a avó abraça a carta e sente que o seu dever foi cumprido.

-L&J-

Contigo - parte 14 de L e J

theatre.jpg

 

4 de Dezembro de 2016

 

Ao chegar a casa Alice depara-se com a sua neta embrulhada numa manta no sofá a ler, sem nenhuma tecnologia ao seu lado. A avó surpreendida pergunta a Joana se o interesse de Clara pelos telemóveis e tablets diminuiu, recebendo como resposta da filha um agradável sim. Agora o hobby favorito da menina é a leitura, interesse que floresceu devido às visitas que fez com a sua avó aos meninos do lar, uma transformação positiva aos olhos de todos os familiares de Clara. A avó vai ao encontro de Clara e diz-lhe suavemente:

- Hoje que achas de irmos ao teatro ver a peça do teu livro preferido?

- Adorava avó, consegues comprar os bilhetes? – pergunta a menina preocupada.

- Já os tenho – afirma a avó tirando os bilhetes da carteira.

 

A menina muito feliz levanta-se do sofá e agradece a avó, afirmando que se vai vestir em 30 segundos.

No teatro as duas ficam na terceira fila o que lhes agrada, porque, assim, conseguem ver a peça com maior aproximação aos atores. Clara fica atenta durante todo o decorrer da peça e a avó dá-lhe a mão, sentido a pele aveludada da sua neta.

No caminho para casa Clara encontra-se extremamente feliz e não para de dizer à avó que adorou e que o espetáculo foi ainda melhor do que ela esperava.

-L&J-

Pág. 1/2