Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

30-50-policial-thriller-mrec universitarios022019-mrec

O Hipnotista de Lars Kepler

O-Hipnotista.jpg

 

Sinopse

Erik Maria Bark é o mais famoso hipnotista da Suécia. Acusado de falta de ética, e com o casamento à beira do colapso, jurou publicamente nunca mais praticar a hipnose nos seus pacientes e há dez anos que se mantém fiel à sua promessa. Até agora. Estocolmo. Uma família é brutalmente assassinada e a única testemunha está internada no hospital em estado de choque; Josef Ek, de apenas 15 anos, presenciou o massacre dos seus pais e irmã mais nova, sendo ele próprio encontrado numa poça de sangue, vivo por milagre. Nessa mesma noite, Erik Maria Bark recebe um telefonema do comissário Joona Linna solicitando os seus serviços - urge descobrir a identidade do assassino e para tal Josef deverá ser hipnotizado. Erik aceita a missão com relutância, longe de imaginar que o que vai encontrar pela frente é um pesadelo capaz de ultrapassar os seus piores receios. Dias mais tarde, o seu filho de 15 anos, Benjamin, é sequestrado da própria casa. Haverá uma ligação entre estes dois casos? Para salvar a vida de Benjamin, o hipnotista deverá enfrentar os fantasmas do seu passado e mergulhar nas mentes mais sombrias e perversas que jamais poderia imaginar; o que tinha por difuso revela-se abominável, o que tinha por suspeito surge como demoníaco. Para Erik, a contagem regressiva já começou...

Opinião dele

Já conhecia o livro há algum tempo, no entanto nunca o comprei porque sempre tive outros em mira. Mas, ofereceram-mo, e como tal enverguei na leitura. O número de páginas, ao inicio, assustou-me. O livro tem uma leitura muito fácil, com diálogos muito bem estruturados, gostei bastante da narrativa. Relativamente ao ritmo, posso afirmar, que é alucinante, sempre com vários mistérios e chaves enigmáticas para tentar desvendar. As descrições dos assassinatos são muito mórbidas e repulsivas, assim, não aconselho a leitura do livro a pessoas mais sensíveis. No geral, amei o livro, surpreendeu-me, Bastante, e bastante com b grande, pois não esperava um livro tão bom e com um enredo tão bem elaborado, tão bem pensado e muito inteligente. O final é extremamente explicativo, o que ajuda o leitor a entender todo o enredo do trama, não deixando nenhuma ponta solta a ser desvendada, o que torna o livro mais completo.

Sem sombra de dúvida que esta dupla trabalho estrondosamente em conjunto, parabéns ao casal.

Quais ao sombras do passado que atormentam Erik?

-L-

Em Fuga de C. L. Taylor

fuga.jpg

 

Sinopse

Quando uma estranha pede uma simples boleia a Jo Blackmore, esta concorda, mas rapidamente se arrepende de o ter feito. Afinal, a mulher sabe o nome de Jo, conhece o seu marido, Max, e tem em seu poder uma luva que pertence a Elise, a filha de 2 anos de Jo. O que começa por ser uma ténue ameaça de uma desconhecida, rapidamente se transforma num pesadelo, quando a polícia, os serviços sociais e até o próprio marido começam a duvidar das capacidades mentais de Jo. Ninguém parece acreditar que Elise esteja em perigo, e a mulher estranha começa a apertar o cerco. Nesse momento, Jo sabe que só existe uma forma de manter a filha a salvo… FUGIR!

 

Opinião Dela

 

Bem mas que livro! Depois de ler esta história, preciso de uns dias de férias para poder relaxar e descontrair devido a tanta emoção! O livro simplesmente não para do inicio ao fim! Sempre com segredos, desconfiança e revelações assustadoras. Ao inicio torna-se um pouco confuso, pois ora está Jo a narrar, ora está Max, já para não dizer que mistura um pouco o presente com situações vividas no passado, porém conforme se prossegue com a leitura consegue-se acompanhar mais facilmente e compreender melhor todo o ambiente.

Sendo um thriller psicológico, não faltam pontos onde os nossos pensamentos nos levam a pensar mal de uma personagem quando na realidade devíamos de estar antes a pensar noutra... também não faltam alturas em que sentimos exaustão só de acompanhar toda a confusão que Jo vive. Conseguimos estar o livro todo numa onda de confusão, uma vez que os segredos vão sendo revelados aos poucos, mas acreditem que há muitos segredos a descobrir neste livro! E só acabam de os descobrir no último capítulo! 

É interessante ver como acaba tudo por se interligar e o tipo de escrita lembra-me um livro que considero semelhante ("Estou a Ver-te"), uma vez que também aqui podemos encontrar aqueles capítulos super assustadores em itálico, onde nos é dado o pensamento de quem persegue Joanne. 

Tenho de confessar que ao inicio estranhei o livro, tanto na escrita como em toda a ação que presenciei desde a primeira folha, porém quando cheguei ao fim achei que o livro está muito bom, não desilude nada, pois há sempre algo a acontecer (situação que eu achava que ia desvanecer a meio do livro). Sinceramente acho que este livro está melhor que o "Estou a Ver-te" e, para mim, encontra-se muito perto do "Ao Fechar a Porta"!

Se gostarem deste livro, tenho uma novidade para vocês, o próximo livro da autora sai já dia 5 de Fevereiro com o título "Desaparecido", podem ler a sinopse aqui! Para já estes são os únicos livros que a autora vendeu os direitos, porém tem a esperança que possa vender os direitos dos restantes livros aos seus fãs portugueses!

-J-

 

Opinião dele

 

O livro “Em Fuga” conta-nos a história de Jo, uma mulher com uma doença que a impede de ser ela mesma, e o seu núcleo familiar, o qual é aterrorizado pela assustadora Paula. Podia resumir este livro apenas a uma simples palavra “FUGIR”! No entanto, ele não se resume apenas a uma palavra rudimentar. O livro é BRILHANTE.

A premissa do livro não é surpreendente, mas a autora tem a primazia e a sublimidade de transformar uma simples história num enredo deslumbrante, admirável e incomparável. O ritmo é alucinante, em todos os capítulos somos transportados para uma nova descoberta – mais surpreendente que a anterior – que nos deixa ainda mais confusos. A nível de escrita posso afirmar que é super fluída e simples, tornando o livro mais realista. O fato de que mais gostei foi a veracidade no que toca ao sofrimento que uma mãe sente para proteger um filho, emocionou-me bastante.

Parabéns C. L . Taylor, a sua estreia em Portugal foi com o pé direito. Autora para estar Debaixo de Olho. Leiam, acreditem que vale muito a pena.

Será que Jo é uma pessoa de confiança?

-L-

A Coroa de Kiera Cass

250x11.jpg

 

Sinopse

Em A herdeira, o universo de A Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria Seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega partidas... E agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil — e importante — do que esperava.

 

Opinião dela

 

O quinto e último livro da saga "Seleção" (opinião dos 3 primeiros aqui) inicia-se exatamente no mesmo ponto onde termina o livro anterior "A Herdeira" (opinião aqui) e faz os nossos corações ansiarem por mais! Aliás, quando se termina o 4º livro só conseguimos pensar oh meu deus e agora? Preciso de descobrir o que vai acontecer e depressa!, e foi basicamente isso que aconteceu! Li o livro em apenas 3 dias! E cheguei ao final e só queria que houvesse mais para ler! Existe melhor classificação para um livro do que "não quero que acabe nunca!"? É assim que classifico todos os 5 livros da saga!

Existem muitos acontecimentos neste volume, mas considero que as personagens estão à altura dos seus papéis, assim como também acho que a autora foi capaz de criar uma história que, mesmo sendo semelhante à dos 3 primeiros livros, é ao mesmo tempo diferente. 

Foi refrescante ver que, uma vez obrigada a aceitar mais trabalho, a princesa tornou-se mais altruísta e pensou sempre no que era melhor para os pais e país, em vez de colocar as suas necessidades à frente, o que demonstra bem o grande crescimento da personagem. Existem sempre algumas complicações e escolhas difíceis, que nos levam a sentir pena da personagem principal, uma vez que esta tem problemas de confiança e sofre sempre desilusões quando começa a esforçar-se para resolver o problema. Porém, no final, são estes pequenos sustos que a autora nos dá, que ajudam a melhorar o livro e que no levam a sentir carisma por Eadlyn. Por fim, quanto à escolha do candidato, fiquei bastante satisfeita por ver que Eadlyn escolheu o mesmo "candidato" que eu!! Só tenho pena de não alongarem o enredo até ao dia do casamento, pois acho que era um dia que devia de ser incluído com a reação de todos os concorrentes.

-J-

 

A Herdeira de Kiera Cass

250x.jpg

 

Sinopse

A Princesa Eadlyn cresceu a ouvir histórias intermináveis de como a sua mãe e o seu pai se conheceram. Vinte anos antes, America Singer entrou na Seleção e conquistou o coração do Príncipe Maxon – e viveram felizes para sempre. Eadlyn sempre achou romântica esta história de encantar, mas não tem qualquer interesse em tentar repeti-la. Por si, adiaria o casamento tanto tempo quanto possível.Mas a vida de uma princesa não é inteiramente sua e Eadlyn não pode escapar à sua própria Seleção – por mais fervorosamente que proteste.Eadlyn não espera que a sua história acabe em romance. Mas com o início da competição, um candidato poderá acabar por conquistar o coração da princesa, mostrando-lhe todas as possibilidades que se encontram à sua frente… E provando-lhe que viver feliz para sempre não é tão impossível como ela pensou.

 

Opinião dela

A Seleção é uma saga que contempla 5 livros, encontrando-se "A Herdeira" no 4º lugar (podem encontrar a opinião dos 3 primeiros volumes aqui). Remete-nos para um conto de fadas no futuro, onde se pode novamente encontrar reis, rainhas, príncipes e princesas. Neste volume seguimos a estória de Eadlyn, a primeira princesa que se tornará rainha.

A personagem é caracterizada por um feitio próprio, tornando-se frequentemente distante e fria para as pessoas que a rodeiam, desde família, amigos e até o seu próprio povo. Porém, devidos aos tumultos que o reino enfrenta, e mesmo não gostando da situação, Eadlyn terá de mudar a sua vida de forma a ganhar algum tempo, para que os seus pais tentem encontrar uma solução para os problemas do povo (esses problemas são resultantes das decisões geradas nos 3 primeiros livros - "A Seleção", "A Elite" e "A Escolha"). Assim a personagem passará por uma seleção, onde em apenas 3 meses, terá de escolher um futuro marido, de entre os 35 selecionados para a seleção!

Este papel não vai ser aceite de forma fácil pela princesa, uma vez que não suporta baixar as suas defesas e certamente fará de tudo para não criar nenhum tipo de intimidade com nenhum dos rapazes. Mas será ela capaz de conseguir manter-se para sempre desligada dos seus sentimentos?

O livro é de fácil leitura, de pequeno tamanho e escrita simples. Do meu ponto de vista, mesmo estando categorizado como fantástico, é um livro que podia muito bem passar por romance. É interessante acompanhar o crescimento pessoal da princesa, conforme esta enfrenta algumas situações difíceis, tanto a nível pessoal, como familiar e profissional. É uma saga de que gosto muito, levando-me para os tempos em que era criança e acreditava nos contos de fada!

Tenho apenas uma nota a acrescentar: se achas o livro interessante e tencionas lê-lo, sugiro que inicies pelos 3 primeiros livros, pois existem alguns pontos nos últimos 2 volumes que fazem ligação com os 3 primeiros, e que se saltares logo para o 4º e 5º livros, não entenderás! Para além do mais, quem não iria querer a saga completa, quando as capas de todos são tão bonitas para serem colocadas na estante?

-J-

A Seleção, A Elite e A Escolha de Kiera Cass

250x (1).jpg 

250x (3).jpg250x (2).jpg

 

 

 

 

Sinopse A seleção

Para 35 raparigas a seleção é a oportunidade de uma vida. É a possibilidade de escaparem de um destino que lhes está traçado desde o nascimento, de se perderem num mundo de vestidos cintilantes e joias de valor inestimável e de viverem num palácio e competirem pelo coração do belo Príncipe Maxon.

No entanto, para America Singer, ser selecionada é um pesadelo. Terá de virar costas ao seu amor secreto por Aspen, que pertence a uma casta abaixo da sua, deixar a família para entrar numa competição feroz por uma coroa que não deseja, e viver num palácio constantemente ameaçado pelos ataques violentos dos rebeldes.

mas é então que America conhece o Príncipe Maxon. Pouco a pouco, começa a questionar todos os planos que definiu para si mesma e percebe que a vida com que sempre sonhou pode não ter comparação com um futuro que nunca imaginou.

 

Sinopse A Elite

A Seleção iniciou-se com 35 raparigas. Agora, com o grupo reduzido a 6, a Elite, a competição para conquistar o amor do Príncipe Maxon é mais feroz do que nunca. Quanto mais perto America se encontra da coroa, mais se debate para perceber onde está verdadeiramente o seu coração. Cada momento que passa com Maxon é como um conto de fadas, instantes cheios de romantismo avassalador e muito glamour. Mas sempre que vê Aspen, o seu primeiro amor, é assaltada pelo desejo da vida que tinham planeado partilhar.America anseia por mais tempo. Mas enquanto se sente dividida entre dois futuros, o resto da Elite sabe exatamente o que quer e a oportunidade de America para escolher está prestes a desaparecer.

 

Sinopse A Escolha

Chegou a altura de coroar a vencedora. Quando foi escolhida para competir na Seleção, America nunca imaginou chegar perto da coroa - ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que o fim da competição se aproxima e as ameaças fora dos muros do palácio se tornam mais cruéis, America descobre o quanto tem a perder - e o quanto terá de lutar pelo futuro que deseja.

 

Opinião dela

Desta vez trago a opinião de 3 livros em conjunto, uma vez que se trata de uma saga em que a estória é contínua, apenas foi necessário parti-la em 3 livros.

A saga "Seleção" está categorizada como fantástico, mas não se deixem enganar por isso, pode facilmente passar por um romance. Neste volumes seguimos a história de America, uma rapariga de casta inferior que vive dificilmente o dia a dia com a sua família. Está secretamente apaixonada pelo seu amigo Aspen e até já imagina a sua vida futura com ele. Porém, num dia recebe a noticia de que o Príncipe Maxon atingiu a idade necessária para se casar e que dessa forma procura uma pretendente, iniciando-se assim uma Seleção.

E o que é uma seleção perguntam vocês... pois bem, para resumir, entre 35 pretendentes o príncipe terá de escolher apenas 1 para se casar, sendo que todo o processo é tratado como se fosse um reality show! Câmaras por todo o lado, encontros programados, entrevistas, muitas aulas para aprender regras de etiqueta, muita competição e provas por parte das selecionadas de forma a poderem desempenhar o papel de rainha da melhor forma. Todas estas ações tornam o livro empolgante, engraçado, romântico e leva-nos a torcer pelas nossas candidatas favoritas, tal e qual como um verdadeiro programa de tv! Mas atenção, da mesma forma que há alegrias, também há alturas em que o nosso coração fica partido, existindo algumas tristezas difíceis de suportar, especialmente no 3º livro...

Uma vez que as famílias das participantes seriam compensadas monetariamente enquanto as filhas estivessem na competição, America é obrigada pela mãe a inscrever-se, sem nunca considerar a possibilidade de entrar verdadeiramente no concurso, já que não apresenta conhecimentos políticos, nem provém de uma família abastada. Porém todo o seu mundo dá uma volta de 180º quando o seu nome sai no sorteio e é obrigada a mudar-se para o palácio. America, que se inscreveu contrariada, não suporta a ideia de ter de abandonar a sua vida, e principalmente Aspen. 

Definitivamente existem muitas reviravoltas durante o processo da seleção, uma vez que Maxon terá de efetuar eliminações de concorrentes e America não parece conseguir esquecer as suas raízes, entrando diversas vezes em conflito interior sem saber o que realmente deseja e metendo-se várias vezes em problemas. Dessa forma, ao longo dos 3 livros, observamos os diferentes pensamentos de America, a evolução dos seus desejos e a toma de consciência por uma vida que nunca considerou ser possível. 

A todos estes "dramas", junta-se ainda toda a revolta gerada pelos rebeldes, que, a cada dia que passa, parecem tornar-se mais fortes e decididos a destruir toda a monarquia. Apesar de os ataques serem cada vez piores e com mais mortes, America tomará uma decisão fulcral que levará a uma mudança relativamente a estes grupos!

Em resumo, 3 livros que conforme avançam tornam-se mais entusiasmantes e com mais ação, com mais decisões e com muito romance, discussões e competição! Eu gostei realmente muito desta saga e comecei logo a ler o 4º livro - "A Herdeira", enquanto o meu coração esperava ansiosamente pelo 5º livro - "A Coroa", que só foi editado no final do ano passado (2017).

-J-