Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

A Casa Misteriosa de Marzia Bisognin

 

Sinopse

Pelas mãos da famosa YouTuber Marzia «CutiePieMarzia» Bisognin chega-nos uma história de suspense paranormal sobre uma rapariga cuja casa de sonho se torna rapidamente um pesadelo.

Quando Amethyst encontra a sua casa de sonho perfeita, não pode deixar de se sentir encantada por ela, embora se aperceba de algo um pouco... diferente. É tudo o que ela sempre quis numa casa, por isso, quando os Bloom a convidam a passar lá a noite para evitar a tempestade iminente, ela aceita de imediato.

No entanto, quando acorda na manhã seguinte, sozinha e incapaz de se obrigar a sair, Amethyst depara-se com inesperadas presenças - como Alfred, o assustador jardineiro; Avery, o vizinho giro, mas misterioso; e uma menina que continua a aparecer e a desaparecer dentro da casa.

Enquanto Amethyst procura os Bloom e tenta desvendar a verdade, a sua ligação à casa torna-se mais forte. Irá ela ser capaz de se libertar do fascínio da casa, ou será que os seus segredos vão mantê-la presa para sempre?

 

Opinião dela

A história deste livro inicia com a personagem principal (Amethyst) a descrever uma casa que se parece com a sua casa de sonho, a qual ela não consegue parar de adorar. É a partir deste ponto que tudo começa a tornar-se estranho: a atitude dos donos da habitação, que são tão amistosos que convidam uma estranha a ir para sua casa e a ficar lá, a ligação cada vez mais forte que Amethyst ganha pela casa, os acontecimentos sucessivos, as aparições, as perdas temporais, as personagens que estão sempre lá mas que na realidade não parecem estar… o sentimento que é tudo demasiado estranho acompanha-nos do início até ao fim do livro e vai piorando conforme vamos passando capítulo a capítulo. Contudo, o que é estranho rapidamente se torna simples de entender (tirando um ponto ou outro evidentemente).

O livro é relativamente pequeno, simples, linguagem bastante acessível e não obriga a grande atenção para o acompanhar. Porém, se por um lado é fácil obter as conclusões certas, também não nos faz perder totalmente o interesse. Eu consegui descobrir cedo a maior parte dos mistérios, mas não perdi o interesse de continuar a ler, até porque queria saber a reação de Amethyst quando finalmente compreendesse todas as suas dúvidas, assim como o papel das outras personagens.

O final do livro, tal como o resto, não é nada de especial, não há nenhum twist que nos faz ficar de boca aberta ou pensar “Como é que não conclui isto?”, na verdade é bastante simples e explica o ponto principal do mistério de forma muito rápida.

No geral achei um livro mediano, mas com um toque de curiosidade por tentar causar aquela sensação de mistério e “terror”. É um livro mais virado para o público juvenil, o que também pode explicar o porquê de não me ter cativado por aí além… diferentes idades, diferentes reações, correto? Falta ainda acrescentar que houve alguns aspetos que ocorreram, que eu pensei que fossem ter alguma relevância e que acabaram por não ser explorados nem justificados… falta mais complexidade e detalhes para tornar a história mais atrativa.

-J-

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.