Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

A Substância do Mal de Luca D’Andrea

250x.jpg

 

Sinopse

Jeremiah Salinger, um jovem guionista de televisão de Nova Iorque, muda-se com a mulher, Annelise, para Siebenhoch, uma calma comunidade isolada nas montanhas do Sul do Tirol, onde ela cresceu. Com eles, também, a filha, a precoce Clara, de cinco anos.

Fascinado pelas montanhas e pelas pessoas que ali vivem, Salinger começa a fazer um documentário sobre resgates na montanha. Mas, durante as filmagens, envolve-se num acidente assustador. Enquanto tenta esquecer a sua experiência traumática, descobre, por acaso, um facto sangrento que remonta há trinta anos: o massacre de três jovens ocorrido durante uma caminhada no desfiladeiro Bletterbach. O crime não tem um culpado e, na aldeia, ninguém quer falar sobre o assunto. Talvez porque, só de pensarem no sucedido, poderiam ressuscitar o horror ou então por serem tantos os que têm algo a esconder…

Apesar da crescente hostilidade que o rodeia, e da oposição de Annelise, Salinger começa a remexer no passado, penetrando cada vez mais profundamente no misterioso assassinato. Até descobrir a imprevisível e aterradora verdade.

 

Opinião dele

 

A Substância do Mal de Luca D´Andrea conta-nos as aventuras de um homem destemido. Jeremiah é o grande protagonista da história, é bondoso, leal, amável, bom pai e bom marido. No entanto, é louco por histórias e como tal nunca pode deixar uma aventura por contar, pois a sua vida depende desse ritmo louco e frenético que é a pesquisa pelas novas descobertas. Mas, devido à sua sede por descoberta, há uma pesquisa que o marca para o resto da sua vida.

Quando me deparei com este livro fiquei bastante entusiasmado com a premissa, queria compra-lo e lê-lo logo. Ao inicio achei estranha a maneira como a história é contada, toda a narrativa é diferente do habitual. A escrita, também, é bastante divergente dos demais livros do gênero, penso que é o ponto mais forte deste livro.

O livro demora muito a desenvolver e o ritmo é bastante lento e pastoso. Posso afirmar, que o desenrolar da história me desiludiu. Uma premissa tão boa, mas tão mal aproveitada. Não consigo comparar o autor ao Jo Nesbo, este último está “uns pontos” bastante a cima. Achei o livro oco de acontecimentos, acontece muita coisa, no entanto não é suficiente e torna tudo muito previsível. Em relação ao final, posso afirmar que é surpreendente, mas, não salva o livro. Fiquei triste, pois tinha grandes espectativas.

Será que Jeremiah não cumprirá com o prometido?

-L-