Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Debaixo Da Língua

Debaixo Da Língua

O Medo de C. L. Taylor

Sinopse

Quando Ben, o novo namorado de Louise, a tenta levar numa viagem-surpresa a França, ela entra em pânico, sai do carro e foge. Ben não entende. Não pode entender, porque não sabe o que aconteceu a Louise da última vez que um namorado a levou pelo canal da Mancha. Ela tinha 14 anos. Mike tinha 31. E o que aconteceu deixou marcas em Louise para sempre. 

Hoje com 32 anos, Louise nunca conseguiu ter uma relação estável. Guarda o seu segredo inconfessável dentro do peito e, por isso, ninguém a conhece verdadeiramente. Depois do que aconteceu com Ben, decide fugir do mundo e isolar-se. Abandona Londres, deixa os amigos e começa a procurar um novo emprego perto da casa onde cresceu, que agora lhe pertence.

Ao instalar-se, descobre que Mike, agora com 49 anos, ainda vive e trabalha na vila. Quando o vê a beijar uma rapariga de 13 anos, Louise decide que já chega.

Está na altura de Mike sentir o medo com que Lou vive desde aquela viagem.

 

Opinião Dela

"O Medo" é o terceiro livro da autora C. L. Taylor e, tal como nos livros anteriores, a história é envolvente, cheia de adrenalina e aliciante! Desta vez somos confrontados com os medos mais profundos de Louise. Algo de terrível aconteceu quando era mais nova, algo que mudou para sempre a sua vida e o seu futuro. Quando decidiu retornar à sua casa de infância, Lou nunca imaginou o que estaria prestes a acontecer, nem lhe passava pela mente todos os sentimentos que iriam despertar novamente. Para evitar que Mike destrua a vida de Chloe, Lou é capaz de ir até aos seus limites mais obscuros, mas será que o desenrolar dos acontecimentos provocados pelas suas ações e escolhas levarão ao que Lou realmente deseja?

 

O livro, como de costume, apresenta capítulos que são divididos pelas três personagens femininas: Louise, Chloe e Wendy. Cada uma conta a sua parte da história de forma a que tudo se complete no final. Mesmo nos capítulos de Louise é descrito o seu passado como se a personagem estivesse a vivenciar flashbacks.

Tal como o a autora nos habituou, não conseguimos parar de ler até chegar ao final, uma vez que se torna viciante acompanhar todo o enredo. As personagens são bem pensadas e caraterizadas e a história faz-nos descobrir um lado que talvez não seja muito falado: como um predador sexual pensa e atua, de forma a escolher e conseguir manipular os seus alvos. Ficamos ainda a conhecer todas as marcas que este deixa nas suas vítimas e em como esta experiência pode afetar a vida de uma pessoas para sempre.

 

Posso dizer que entre os três livros escritos pela autora, este é o meu segundo favorito, o que não quer dizer que seja melhor ou pior que os restantes, simplesmente cada livro aborda um tema diferente e eu gostei mais do "Em Fuga"! Recomendo a leitura, até porque estamos habituados a experienciar este tipo de história em livros policiais, o que não é o caso, uma vez que o livro é mais thriller.

-J-

Opinião Dele 

C. L. Taylor sempre me despertou curiosidade nas suas obras, e “O Medo” não é exceção. Um livro que me arrepiou do início ao fim, um tema bastante perturbador: a pedofilia.

“O Medo” conta-nos a história de Lou, uma mulher com um passado aterrador que a marcou de tal forma que ela não consegue ter uma vida amorosa, pois as sombras do passado atormentam-lhe a alma. Lou aos 14 anos foi raptada por Ben, o seu professor de karaté. Passados uns anos e devido à morte do seu pai, Lou, volta à sua cidade natal e descobre um segredo aterrador que a vai mudar para o resto da sua vida. O livro surpreendeu-me pela forma que a autora descreve e retrata o vilão da história, conseguimos percecionar qual a mentalidade retrograda e assustadora de um pedófilo. É realmente assustador o enredo, a lavagem cerebral que as crianças sofrem para terem sexo com o pedófilo, posso afirmar que me chocou bastante.

A narrativa é feita entre três mulheres, Lou a grande protagonista da história, Cloe a menina inocente de 13 anos, e Wendy uma mulher misteriosa com uma ligação obsessiva pela Lou. A narrativa é um primor, tenho a dizer que é das autoras que mais me deixa apaixonado pela escrita.

Em suma, o livro é surpreendentemente assustador, macabro e dilacerante. O final é ... arrebatador. Não consigo descrever da melhor forma, pois fiquei chocado.

Será Wendy uma louca desenfreada?

-L-

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.